Aprendendo a confiar no Pai

Como já é do conhecimento de todos (ou quase todos), esse é um espaço onde procuro relatar minhas experiências com Meu Pai…
Constantemente sinto-me tentada a falar de minhas opiniões a respeito dos muitos assuntos que permeiam a vida humana, mas logo chego à conclusão de que o que eu “acho” ou deixo de “achar” tem pouco ou quase nenhum valor! Afinal, há tanta gente por aí “achando” e “se achando”, e nenhum desses “achismos” é suficiente para transformar um segundo sequer da vida de quem está carente de um relacionamento profundo e verdadeiro com Nosso Criador!
Também não escrevo para que “achem” nada de mim, ou sobre mim… Escrevo para que tenham certeza… Certeza de que há, sim, um Pai cuidando de cada um de nós pessoalmente! Não um Pai “disponível”, mas um Pai “disposto” a se relacionar conosco! Um Pai que se envolve, que faz carinho, que faz surpresas, mas que também puxa a orelha, e deixa de castigo se precisar! É sobre Ele, é por Ele, é para levar a Ele, e finalmente, para que O “achem”, no sentido de O encontrarem!
Se através de minhas experiências você O achar como eu O achei, minha alegria será completa!
“E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.” (Jeremias 29:13)
Recentemente, Meu Pai tem reforçado em meu coração uma lição que eu já devia ter aprendido, mas que por ser um tanto complexa, precisa ser revisada e exercitada com frequência: a da Confiança, também conhecida como Fé!
Enquanto vivemos por aqui (e aguardamos o dia em que habitaremos com Ele face a face, para sempre, em um lugar perfeito preparado para nós), continuamos a fazer nossos planos, os quais nem sempre dão certo… Nesse momento de impasse, podemos nos comportar de duas maneiras: como filhos rebeldes que não permitem que Seu Pai os auxilie, ou como filhos que aguardam o conselho dAquele que tem experiência e sabedoria de sobra para os orientar.
Eis os exercícios dessa lição: Esperar, Ouvir e Aceitar!
Eu sempre fui ansiosa demais para esperar, impaciente demais para ouvir, e questionadora demais para aceitar. Com esse histórico já dá para imaginar o porquê de eu precisar refazer essa “matéria”… E caso seu perfil seja como o meu, seja bem-vinda(o) à classe! A menos que você seja declaradamente rebelde, poderá frequentar as mesmas aulas!
Particularmente, no estágio em que me encontro, a parte mais difícil no processo da Confiança é aceitar um NÃO quando, na verdade, eu esperava um SIM.
Às vezes Papai me explica por que Sua resposta foi negativa, e quando isso acontece, eu sempre concluo que foi melhor assim. Porém, Ele também me adverte que enquanto eu estiver aqui, nem sempre terei explicações para tudo, por isso preciso aprender a confiar no que Ele me diz…
Certa vez li algo que jamais me esqueci: “Se Deus quisesse realmente nos castigar, responderia a todas as nossas orações com um SIM!” [!!!]
Na verdade, isso não deveria ser uma tarefa tão difícil assim, uma vez que Ele é o Único que sabe de tudo, pode tudo, vê tudo, e que conhece o Fim desde o Princípio! Como duvidar de um Pai com tais poderes???
Quando eu era bebê, meu pai Haroldo adorava me colocar em pé na palma de uma de suas mãos, e me levantar lá no alto… E eu, ao invés de sentir medo e chorar, morria de tanto rir!!! Como me lembro disso eu não sei, o que eu sei é que eu amava quando ele brincava assim comigo!
É esse o tipo de confiança que o Nosso Pai deseja que tenhamos nEle… Uma confiança sem medos, capaz de nos fazer gargalhar e aproveitar a brincadeira, como fazíamos quando éramos pequenos demais para nos preocupar com coisas sobre as quais não tínhamos controle…
Que todos nós, como crianças, possamos nos jogar nos braços estendidos de Amor do Nosso Pai, e sem reservas confiemos que Ele sempre fará o melhor por cada um de nós, Seus Filhos e Filhas! 😉

“Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá.”(Salmos 37:5, NVI)

Anúncios

2 pensamentos sobre “Aprendendo a confiar no Pai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s