‘Cause He loves you just the way you are…

De volta ao original

Esse clip da Colbie Caillat chamou muito a minha atenção, por isso decidi compartilhá-lo com vocês…

Não se sabe ao certo quem ou onde essa tendência teve início, mas a Naturalidade tem sido a bola da vez no Instagram das famosas, assim como em campanhas publicitárias, e na mídia de um modo geral.

Continuar lendo

Anúncios

Fugindo da Zona de Conforto

Saindo da Zona de Conforto

“Nesse lugar eu não moro!”; “Nesse trabalho eu não fico!”; “Por esse salário não trabalho!”; “Se as coisas não melhorarem eu vou embora!”; “Com fulano eu não trabalho!”; “Se beltrano for, eu não vou!”; “De agora em diante só vou gostar de quem gosta de mim!”; “Se eu puder levar alguma vantagem eu topo!”; … Continuar lendo

Reblogging: “Como conversar com meninas”

Artigo excelente sobre as meninas e suas lutas para se encaixarem, desde muito cedo, nos padrões estéticos desse mundo maluco! A autora propõe uma abordagem diferente de nossa parte para com nossas lindas, porém, mais que isso: inteligentes meninas! Parabéns e um obrigada à Juliana Moore, do Blog L’Objet Trouvé, pela contribuição e atitude! 🙂

L'Objet Trouvé

original

Não, não é um guia de paquera para garotos tímidos. Este texto da Lisa Bloom nos faz pensar sobre as consequências que nossas atitudes podem ter na educação das crianças, e como podemos mudar parâmetros sociais apenas conversando de modo diferente com uma menininha, segurando o impulso de dizer o quanto ela é linda para surpreendê-la ao ressaltar as outras qualidades que ela tem. Vale dizer que a educação dos meninos também precisa ser repensada, e que autora já escreveu sobre os dois.

UPDATE 04/06/13ATENÇÃO! >>>> Este texto não é meu, apenas traduzi um texto da Lisa Bloom (original aqui). Ela também já escreveu um artigo sobre como conversar com meninos. A tradução do artigo sobre meninos está aqui.

Como conversar com meninas

Eu fui a um jantar na casa de uma amiga na semana passada, e encontrei sua filha de 5 anos pela primeira vez. A…

Ver o post original 934 mais palavras